domingo, 1 de janeiro de 2012

Há instantes,minha querida,
retalhos dos meus dias,
em que perpassam-me
pela face,como um hálito,
aqueles sonhos todos
que habitaram em nós.
E eu,ainda tão cheio de amor,
consagro as minhas lágrimas
ao vazio que deixaste.
Repara nas noites,
minha doce amada,
elas vivem a bafejar
os meus suspiros
destinados a expirar
sobre os teus lábios.


2 comentários:

layla lauar disse...

Meu querido Poeta

seus comentários se foram, porém o mais importante é que seus poemas continuam, imortais e belos...

vocÊ transita entre a dor e a alegria com a mesma suavidade. a precisão de seus versos são comoventes: quando alegres, sorriem e fazem sorrir, encantam e aquece a alma da gente; quando tristes, dóem, mas encantam da mesma forma. ;)

espero que goste do novo visual do seu blog, fiz com carinho.

tantão de beijos

A Escafandrista disse...

Bom diaaaa!
Vim agradecer sua visita ao meu blog e acbei encontrando aqui mais um mar de doces ondas poéticas, quão delicadas são suas poesias... Parabéns pelo blog, é singular.

Postar um comentário

Copyright 2010 Recanto de Sonhos *Template e layout: layla lauar*