segunda-feira, 27 de abril de 2009

Entre a tempestade
lá de fora
e o calor dos nossos corpos
aqui dentro,
o vidro embaçado da janela.
Tendo eu já dito
de mil formas
(verbo e carne)
que te amo,
com as letras
de todos os alfabetos,
esbocei nele,
traço imperfeito,
o pedaço do meu corpo
que te entrego,
tu o sabes,
abrigo destinado
a proteger-te
de todas as tempestades.

0 comentários:

Postar um comentário

Copyright 2010 Recanto de Sonhos *Template e layout: layla lauar*